• January 2015
    M T W T F S S
    « Dec   Feb »
     1234
    567891011
    12131415161718
    19202122232425
    262728293031  
  • Pages

  • Marginalia

  • Accumulations

Sambodian Power and Light | Turn Me Off, Dead Volume

O Operador Nacional do Sistema Elétrico faz parte de uma complexa rede de instituições e agentes, que desempenham diferentes funções no setor elétrico brasileiro. A figura a seguir ilustra as principais instituições do atual modelo setorial

O Operador Nacional do Sistema Elétrico faz parte de uma complexa rede de instituições e agentes, que desempenham diferentes funções no setor elétrico brasileiro. A figura a seguir ilustra as principais instituições do atual modelo setorial

Just posted by the Estadão.

The National System Operator  (ONS), which regulates the electrical sector, has determined that various energy distributors in the Southeast and South reduce the supply of energy during part of the afternoon today.

Distributors Eletropaulo (metro São Paulo), CPFL Energia (inland São Paulo), Copel (Paraná), Light and Ampla (both operating in Rio de Janeiro) confirmed receipt of the instruction.

Cemig and EDP Energias do Brasil have yet to acknowledge any guidance from the ONS.  ainda não confirmaram eventuais orientações do ONS. Eletrobrás, which operates only in the Northeast, received no instructions.

logo_ampla_e_lightdiv580

Also breaking at this hour: Long stoppages on Line 4  of the Metrô — a Big Dig along the Pinheiros River, marred by a fatal collapse while under construction in 2007. It advertises itself as the first subway expansion to use a public-private partnership of the turnkey variety.

A Linha 4-Amarela do Metrô de São Paulo é o primeiro empreendimento do país a contar com uma Parceria Público-Privada – PPP.

O novo mecanismo de participação do setor privado em projetos públicos tem o objetivo de complementar os grandes investimentos governamentais na expansão e melhoria de serviços de grande importância social.

No caso da Linha 4-Amarela, a PPP prevê a concessão de sua operação comercial, pelo prazo de 30 anos, a um agente privado que terá também a responsabilidade pelo investimento na compra da frota de trens e de outros sistemas operacionais, como sinalização e controle; telecomunicações móveis e supervisão; e controle centralizado.

The project was also marred by a suspected cartelization of the project, rigged by Siemens and Alstom.

 

Advertisements